Em cima da hora:
População detém suspeito de roubar menor no Centro de São Carlos, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 09/06/2021


    Sobe - SINJORBA, pela defesa da vacinação de profissionais de imprensa, por também julgar que a classe está na linha de frente da informação, no combate à COVID-19.


    Desce - Presidente Bolsonaro, ao mentir na segunda (7), que o TCU denunciou que metade das mortes declaradas como COVID-19, não eram. O TCU desmentiu na segunda mesmo.


    Bezerro de ouro


    Em Matheus 6:24 “Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e as riquezas”. Todos que conhecem a palavra, até mesmo quem não é cristão, conhece essa citação bíblica.


    Lamúria


    A inauguração de um novo setor na policlínica do bairro Tomba e o não convite por parte do prefeito Colbert Martins ao vereador Edvaldo Lima (MDB), gerou revolta no edil. Em discurso na manhã de ontem(8), na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, Edvaldo fez duras críticas ao gestor municipal e disse que tomará providências. “O prefeito não foi capaz de ligar para o vereador que mora colado à policlínica do Tomba”, disse.


    Procon


    A Nota Fiscal de Venda ao Consumidor, emitida por todos os estabelecimentos comerciais em Feira de Santana, deverá constar telefone e endereço do Procon Municipal. O Projeto de Lei 060/2021 determinando esta obrigação foi aprovado em segunda discussão na sessão de terça (08), da Câmara Municipal. De acordo com a proposta, de autoria do vereador Galeguinho SPA (PSB), as empresas terão prazo de 120 dias para se adequarem.


    Errou


    O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse na terça-feira (8), que “errou” ao atribuir ao Tribunal de Contas da União (TCU) um documento que questionaria 50% dos registros de morte por Covid-19 no Brasil. Bolsonaro foi desmentido pelo órgão, que nega ter produzido o material. O presidente, no entanto, voltou a falar que há indícios de supernotificação no número de mortes por coronavírus no país e disse ter acionado a Controladoria-Geral da União (CGU) para apurar as suspeitas.


    Reforma tributária


    O ministro Paulo Guedes (Economia) afirmou na manhã de ontem (8), que a reforma tributária que será proposta pelo governo não terá grande novidade e será moderada. Depois de afirmar que gostaria de fazer uma reforma ampla, com desoneração da folha de salários, ele ponderou que agora não é o momento e que o governo fará o que é possível.


    Censor


    Depoente pela segunda vez na CPI da Pandemia, o ministro da Saúde Marcelo Queiroga foi questionado sobre os comportamentos do presidente Jair Bolsonaro em não seguir regras de distanciamento social e uso de máscara. Em sua fala, Queiroga deixou claro que o depoimento teria tom de defesa da vacinação e blindou o presidente. “Não sou censor do presidente da República. As recomendações sanitárias estão postas, cabe a todos respeitar”, disse o ministro em resposta ao relator da Comissão, Renan Calheiros (MDB-AL).


    Uso medicinal


    A comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou na terça (8), o texto-base de proposta favorável à legalização do cultivo no Brasil, exclusivamente para fins medicinais, veterinários, científicos e industriais, da Cannabis sativa, planta também usada para produzir maconha.


    Reforma eleitoral


    A Câmara dos Deputados promove comissão geral na quarta-feira (9), a partir das 9 horas, com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso. O objetivo é debater duas propostas de emenda à Constituição (PECs) a PEC 125/11, que proíbe eleições próximas a feriados; e a PEC 135/19, que prevê a adoção de urnas eletrônicas que permitam a impressão dos votos para possibilitar a auditagem das eleições.


    Embaixador


    O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) indicou o ex-prefeito do Rio de Janeiro e bispo da Igreja Universal, Marcelo Crivella (Republicanos), para a embaixada da África do Sul. De acordo com o jornal Folha de São Paulo, Bolsonaro já encaminhou o pedido ao país. Ainda segundo a publicação, o movimento causa mal-estar entre diplomatas, que veem na manobra como um benefício para o presidente. Crivella ainda depende do aval do governo sul-africano e de sabatina no Senado.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia