Em cima da hora:
Motociclista fica ferido após bater de frente com ônibus em Ribeirão Preto
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 04/05/2021


    Sobe - Websérie Contornos, por ganhar destaque na cena cultural, mostrando Feira pelo olhar dos nascidos e criados na Princesa do Sertão.


    Desce - Fake news, de que Governo do Estado da Bahia está barrando entrega de vacinas PFizer para o interior, quando na verdade, as vacinas são só para as capitais, segundo orientações do Ministério da Saúde.


    Curuca indeciso


    No ano passado, na eleição para vereador, assessores ligados ao vereador Zé Curuca informaram, que ele daria apoio para deputado federal a Zé Nunes ou seu filho Gabriel, e para estadual, a Alex da Piatã, de Conceição do Coité, pois este último, estaria ajudando na campanha de Curuca, não disseram que tipo de ajuda. Mês passado o próprio Curuca alardeou que apoiaria Pablo Roberto. Pois bem, talvez nem um, nem outro. Nos veículos de lideranças ligadas ao vereador de Humildes, ostentam nos parabrisas um adesivo com o indicativo “Sinho de Zé Curuca 2022”. É para deputado estadual? Minha opinião: Nem um dos três. Vai aparecer outro.


    Subprefeituras


    O projeto de lei n°19/2021 está tramitando na Câmara Municipal com o objetivo de instituir a instalação de subprefeituras nos distritos de Feira de Santana. De acordo com a propositura, os serviços essenciais oferecidos na zona rural feirense pelo Poder Público poderão se tornar disponíveis através de uma central com prédio físico, e as demandas das comunidades serão repassadas para as subprefeituras através da própria população. Esquece o propositor que, o projeto gera despesas para o Executivo, por isso, inconstitucional. E lembrando ainda, que esse foi um dos projetos do plano de governo do atual prefeito Colbert Martins (MDB).


    Rede particular


    O processo de transição para retomada das aulas presenciais ou semi-presenciais, na rede particular de ensino, deve ser alvo de debate, em Feira de Santana, defende o vereador Pedro Américo (DEM). Ele acredita que, obedecendo-se a protocolos de segurança, escolas da rede privada devem voltar a receber os seus estudantes, gradualmente. Sua preocupação é maior com as unidades de ensino de pequeno porte, localizadas nos bairros da cidade, “que não têm sequer a oportunidade de praticar o ensino a distância, como as de grande porte conseguem fazer”.


    Paulão


    O vereador Paulão (PSC) inaugurou no último domingo (2), seu programa dominical. O inicial, se dedicou a várias denúncias, bem ao estilo do comunicador, que faz sucesso com seu site do Caldeirão. O programa está no horário das 10h às 13h. O norte já foi dado, é só aguardar os próximos programas.


    Depor


    Membro da base governista e integrante da CPI da Covid, o senador Eduardo Girão (Podemos-CE) protocolou um requerimento para convidar o secretário da Saúde da Bahia (Sesab), Fábio Vilas-Boas, para depor na comissão. Além do gestor baiano, ele propõe que secretários de saúde de todos os estados do Nordeste também sejam convidados a depor no colegiado.


    Escalado


    O presidente Jair Bolsonaro definiu o papel de sua equipe na estratégia de negociações e enfrentamento da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid. A relação direta com os senadores da comissão será feita pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni. Ele foi escolhido por ter experiência, como deputado federal, na participação em CPIs e ter atuado na eleição de Davi Alcolumbre para presidência do Senado Federal, tendo proximidade com alguns senadores. Pesa contra ele, porém, ter os canais obstruídos com alguns senadores emedebistas, principalmente Renan Calheiros, por tê-lo derrotado na disputa pelo comando do Senado.


    Pesquisa nacional


    O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, disse ontem (3), que a recomposição da verba para o financiamento de pesquisas da Versamune, vacina brasileira contra a Covid-19 anunciada pelo ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, está entre as prioridades do governo federal.


    Linha dura


    O TCU liberou duas auditoras consideradas “linha-dura” para atuar na CPI da Covid, no Senado Federal. Responsáveis pela maioria dos documentos do Ministério da Saúde relativos à compra de insumos, equipamentos e remédios, Deane D’Abadia Morais e Sorhaya Sampaio de Araújo vão atuar nas investigações do Parlamento acerca dos gastos do governo federal, estados e municípios na pandemia. Detalhe: trata-se de um pedido do relator Renan Calheiros.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia