Em cima da hora:
Baile Municipal de Bezerros vende ingressos para show de Araketu
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 27/05/2016


    Sobe - Ministro do STF, Ricardo Lewandowski, por dar maior transparência aos processos que tramitam na Corte.


    Desce - O bárbaro crime de estupro coletivo ocorrido no Rio Janeiro, que teve como vítima garota de 16 anos.


    Expectativa


    A sessão da próxima segunda-feira (30), na Câmara de Vereadores, é cercada de muita expectativa, pois, o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Maurício Carvalho, para dar explicações sobre as obras nas imediações da Lagoa Subaé, que têm sido alvo de polêmica nos últimos dias.


    Expectativa 2


    É esperada pelos vereadores, associações em geral, audiência pública da Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização que será realizada às 15 horas da segunda-feira próxima (30). Essa audiência faz parte da Lei de Responsabilidade Fiscal e trata da transparência nas contas públicas. Quem deve fazer a apresentação é o Secretário de Finanças, Expedito Eloy, que levará dados oficiais do segundo bimestre e quarto quadrimestre de 2016. Questionamentos e esclarecimentos cabem na audiência.


    PTC


    O presidente do PTC, Gervársio-Nena, sustenta que o partido vai eleger um vereador, podendo chegar a dois. Nena aposta no poder de seus candidatos. Fomos informados por pré-candidatos do próprio partido, que além do presidente, o partido conta com outros nomes valiosos a exemplo da ex-presidente dos agentes de saúde, Lúcia Gutemberg e Cafuringa, Gringo, Motinha, Cesar de Corina, Ângelo, Luís do Bahia e Hélio. Todos eles com experiência, pois, já disputaram outras eleições. O partido decidiu não se coligar com qualquer outro na chapa de vereadores.


    PPL


    O Partido da Pátria Livre, que tem a coordenação de Carlinhos Mocotó, aposta as fichas na eleição de dois vereadores. A decisão do diretório e dos pré-candidatos, é que não exista possibilidade de coligação, pois, construiu uma chapa com candidatos com média previsível de 1300 votos. A legenda conta com 35 pré-candidatos de ambos os sexos. Alguns nomes chegaram a essa coluna, como Paulão do Caldeirão, Luiz do Feiraguai, Gueu, Graziete Sales, Iraci Maria, Leda Cigana e Jurandi de Ipuaçu, e outros que divulgaremos nos próximos dias.


    Tempo Quente


    Em novos diálogos da bombástica delação premiada do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, trazem à tona a preocupação e os ânimos exaltados dos políticos diante dos avanços da Lava Jato. Em uma das conversas com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), os dois revelam suas impressões sobre o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, responsável por conduzir as investigações contra os políticos com foro privilegiado. Machado: “Agora esse Janot, Renan, é o maior mau-caráter da face da terra”. Renan: “Mau-caráter! Mau-caráter! E faz tudo que essa força-tarefa (Lava Jato) quer”.


    “Dono do mundo”


    Machado: “É, ele não manda e ele é mau-caráter, quer sair como herói. E tem que se encontrar uma fórmula de dar um chega para lá nessa negociação ampla, para poder segurar esse pessoal (Lava Jato). Eles estão se achando o dono do mundo”. Renan: “Dono do mundo”. O trecho foi revelado na quinta-feira (26) pelo Jornal Hoje, da TV Globo. Renan é alvo de ao menos 12 inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF), devido às investigações da Lava Jato e Machado também é alvo de investigações na Corte. Temendo que seu caso fosse enviado para a primeira instância, ao juiz Sérgio Moro, em Curitiba, o ex-presidente da Transpetro acabou aceitando fazer um acordo de delação premiada e entregar os áudios e contar o que sabe à Procuradoria-Geral da República.


    Nota


    A Presidenta afastada Dilma Rousseff divulgou nota na quinta-feira (26), negando pagamento irregular ao publicitário João Santana, responsável pela sua campanha em 2014. Em conversas do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, com Sarney, Machado afirma que a delação premiada da Odebrecht atingiria Dilma, pois, ela teria tratado diretamente com a construtora solicitando pagamento a Santana. Em nota, Dilma afirma que os pagamentos da campanha foram “regularmente contabilizados na prestação de contas aprovadas pelo TSE”.


    Inviável


    O Ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido de um advogado do “Movimento Brasil Melhor” para que fosse cassado o ato da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados que garantiu ao Deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) benefícios como residência oficial, segurança, transporte aéreo e terrestre, entre outros, durante seu afastamento do cargo. O ministro julgou inviável o mandado de segurança apresentado pelo advogado Mauro Scheer Luis, que pedia que fosse mantido apenas o pagamento de salário.  



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia