Em cima da hora:
Projeto contra corrupção do MPF já coletou mais 31 mil assinaturas na PB
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 17/02/2016


    Sobe - a Câmara Municipal de Feira ao anunciar uma nova TV aberta para a cidade, no canal 34.

     

    Desce - virose pós-carnaval, que tem infectado centenas de pessoas na capital baiana.

     

    Mensagem


    O líder do governo, Vereador José Carneiro Rocha (PSL), foi o encarregado de fazer a leitura da mensagem do Governo Municipal na manhã de ontem (16), na câmara de vereadores. Pela suspensão da sessão de abertura na segunda-feira (15) pelo falecimento do ex-vereador Hosannah Leite, só foi possível ao prefeito mandar entregar a mensagem de 2016 ao presidente da Casa, o que é regimental. Ontem (16), José Carneiro (PSL) fez a leitura de 16 laudas das ações do governo no ano passado, em nenhuma delas se tratou das prioridades para 2016, como se esperava.



    Estádio


    Os torcedores do Flu de Feira, Feirense e Bahia de Feira estão ansiosos para a reabertura do Estádio Joia da Princesa, que passa por uma ampla reforma, incluindo o gramado. Os três clubes de Feira de Santana disputam seus jogos em Riachão do Jacuípe e Senhor do Bonfim, com públicos que não ultrapassam 500 torcedores. Na segunda divisão, o Flu de Feira em seus jogos na cidade, colocou público acima de 5 mil torcedores. As obras começaram em outubro e a expectativa é que elas terminem no início de abril.



    Desprezo


    O Vereador Edvaldo Lima (PP) se mostra insatisfeito com a direção do seu partido no município, pela falta de diálogo com ele. Edvaldo reclama que não é informado sobre a posição do partido no município com relação aproxima eleição. “Não sei se o partido terá candidato a prefeito, se tem outros pré-candidatos a vereador ou pelo menos com quem se coligará, sendo eu o único candidato”. O vereador tem razão, a presidente do partido reside em Salvador e Edvaldo não lembra o tempo que teve uma reunião entre o diretório e ele. Fica difícil.



    Mudança


    A PEC aprovada pela Câmara dos Deputados que cria a “janela” para saída de políticos com mandato para outras agremiações sem prejuízo do cargo, será promulgada amanhã (18) por Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Aqueles que pretendem mudar terão 30 dias para pedirem desfiliação. Na Câmara Municipal de Feira, alguns vereadores devem mudar de partido.



    APLB


    A diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia, APLB, Marlede Oliveira, utilizou a tribuna livre da Câmara Municipal de Feira de Santana, na manhã de ontem (16). Em seu discurso, ela ressaltou que a saga dos professores para garantir seus direitos, como salário e condições de trabalho, vem desde a época do Império.



    APLB I


    Ela ainda relatou que em julho de 2015 teve uma audiência com o Prefeito José Ronaldo de Carvalho e a Secretária Municipal de Educação, Jayana Ribeiro, para tratar do assunto. A diretora da APLB fez questão de salientar que a referida lei já tem oito anos e ainda não foi cumprida no Município de Feira de Santana, diferente, segundo ela, de cidades circunvizinhas, como Conceição da Feira, Ichu e Amélia Rodrigues. Como resultado da reunião, Marlede disse que o chefe do Executivo Municipal determinou que a Secretaria de Educação se organizasse através de um estudo, para ver como seria feita essa implementação. “Tentamos de todas as formas ter um diálogo e uma conversa com a professora e Secretária de Educação, Jayana Ribeiro, e com o Prefeito José Ronaldo conseguir a aplicação da lei. Tiramos até uma ação que tínhamos no Ministério Público e nada foi feito. Lei é feita para ser cumprida”, alertou.



    Viaturas


    Durante o tempo do grande expediente, na sessão ordinária de ontem (16), o Vereador Ewerton Carneiro, Tom (PTN), usou a tribuna para reivindicar melhores condições de trabalho para a Polícia Militar e teceu críticas ao Governo do Estado. Tom (PTN) iniciou o discurso agradecendo ao presidente do Poder Legislativo feirense, Vereador Reinaldo Miranda Vieira Filho, Ronny (PSDB), pelo trabalho que vem realizando à frente da Câmara.

     

    Cunha


    O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi notificado ontem (16) sobre o pedido de afastamento feito pelo Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF). Ele pede que o parlamentar seja afastado tanto do posto de presidente da Câmara quanto do mandato como Deputado Federal. Janot argumenta que Cunha usa a sua posição dentro do Legislativo para atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato e das representações contra ele no Conselho de Ética da Câmara. 



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia