SECOM - BAHIA AQUI É TRABALHO
Em cima da hora:
Enchente atinge bananais em três cidades do Vale do Ribeira, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 15/01/2014

    Sobe - A política de inclusão da pessoa com defiência nas vagas de estacionamento em Feira. Desce - A governadora do Maranhão, por estar envolvida em escândalos frequentes.


    Pé na estrada 
     
    Ontem, o titular desta coluna, Humberto Cedraz, esteve reunido com um dos pré-candidatos a presidente da república pelo Partido Ecológico Nacional - PEN -, o empresário mineiro do setor de telecomunicações, Bertolino Ricardo Almeida, em Brasília, e hoje, pela manhã, estará em Barreiras, de onde seguirá para visitar 27 municípios da região Oeste até a Chapada Diamantina, mantendo contatos políticos para o fortalecimento do PEN. No Oeste, começará em São Desidério, seguindo um roteiro até Carinhanha e de lá até Brumado. Depois, seguirá para a Chapada Diamantina entrando por Macaúbas e encerrando as visitas, no domingo, em Seabra. 
     
    Parcerias 
     
    O sucesso para alcançar 27 municípios em 5 dias, fundando diretórios onde ainda não os tem, é fruto de contatos iniciais que foram mantidos por pré-candidatos a deputado estadual e federal que agendaram a visita para consolidação desses diretórios. Para a semana seguinte (a partir do dia 21 até o dia 23) já estão programadas visitas para fundação do diretório de Santa Bárbara, onde Humberto Cedraz estará acompanhado do pré-candidato a deputado estadual Lulinha. De lá, Humberto retorna para contatos em cidades do Recôncavo Baiano ainda na terça-feira, até a quinta (23). 
     
    Haja paciência 
     
    O governador Eduardo Campos vai ter que exercitar a paciência à exaustão, nas próximas semanas, para resolver pendências fundamentais à sua candidatura a presidente sem melindrar Marina Silva e líderes da Rede Sustentabilidade. Cansados de ouvir de adversários que Marina é maior que Campos, ou que ele é refém dela, integrantes da cúpula do PSB querem formalizar até fevereiro a chapa presidencial, com Marina como vice, além de agilizar os entendimentos para a renovação da coligação com o tucano Geraldo Alckmin, em São Paulo.
     
    Sem Marina
     
    Na próxima sexta-feira, dia 17, Campos vai reunir a direção do PSB em Recife, sem Marina, para avaliar os rumos da coligação com a Rede e das parcerias com o PSDB em SP e outros estados. Enquanto ampliam os entendimentos para manter a aliança com Alckmin, tendo um socialista como vice, os dirigentes do PSB querem convencer Marina a formalizar a chapa presidencial.
     


Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia