SECOM - BAHIA AQUI É TRABALHO
Em cima da hora:
Motociclista fica ferido após bater de frente com ônibus em Ribeirão Preto
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 10/01/2014

    Sobe - O SISU, por facilitar o acesso ao ensino superior no Brasil. Desce - O índice crescente de mulheres no tráfico de drogas.


    Confirmação 
     
    Está confirmada a saída de Frei Cal do grupo de apoio do deputado Colbert Filho (PMDB), trocando-o pelo suplente de senador Zé Chico (DEM). O interlocutor do suplente de vereador, que confirmou a notícia a esta coluna, disse que o argumento do Frei é mais do que justo, e informou: “Durante o mandato de Cal, o deputado não contribuiu com o mesmo, nem mesmo antes para sua eleição em 2008”. A vitória foi com a força do trabalho e da oração. 
     
    Argumento
     
    O interlocutor do Frei Cal justificou a troca do apoio. “Na última disputa (2012), Cal foi abandonado, não recebeu qualquer tipo de ajuda e o que ele verificou é que o deputado e seu irmão, presidente do partido, além do diretório, concentraram todos os esforços para elegerem o primo de Colbert e, com isso, demonstrarem força eleitoral. O resultado é que o PMDB não elegeu nenhum vereador, teve no total sofríveis 2 mil votos e o Frei Cal teve quase o dobro do candidato da cúpula do partido”, arrematou o amigo de Cal, que questionou: “Como poderia ele continuar com o apoio?”
     
    Gol contra 
     
    O líder do Governo, deputado Zé Neto, tentou justificar a derrota governista com uma desculpa marota. “Estão cantando como uma vitória da oposição. Não foi. Faltou apenas 1 voto e vamos repetir o projeto já no próximo mês”. Eu avalio é que pior do que ser vencido pela oposição, que não ganhou porque não tem maioria, é o Governo ter perdido para o próprio Governo com o gol contra dos próprios deputados preguiçosos ou insatisfeitos da base de sustentação que faltaram na hora da votação.
     
    Fuleira 
     
    Não tem outro nome para a desculpa de cada um deles. Damasceno: “é que eu tive que ir em casa rapidinho e demorei”, parece até que foi comprar pão na padaria para levar para casa. Outros dois disseram que estavam no encontro com o governador ou com o comando da polícia, como se governador ou comando marcassem reunião de madrugada, hora da votação. Outro do PC do B deu um “chilique” e disse que ia para casa, sem dúvidas para tomar um Melhoral, que é “melhor e não faz mal”. Os outros sete, para serem fieis com o número fatídico, nem deram satisfação, para não incorrerem em mentiras. Que fuleiragem!  
     


Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia