SECOM - BAHIA AQUI É TRABALHO
Em cima da hora:
UPE abre inscrições para cursos de idiomas e informática nesta segunda
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 09/01/2014

    Sobe - Salvador, por ter a primeira prefeita negra. Desce - A empresa Jaguara, acusada de negligência na obra da Calamar


    Ovo da serprente 
     
    Foi assim que, na rede social do PT nacional, a ex-ministra Marina Silva foi tratada. Na nota, o responsável pela conta sugeriu que o PSB fosse procurado por Marina como o sapatinho que a faria chegar ao príncipe encantado Eduardo Campos. O encontro se deu e o que se observa, segundo os petistas, é uma relação conflituosa entre o ex-playboy pernambucano e a equivocada Marina Silva, que migra da esquerda para direita como uma política sem direção. Pegou pesado! 
     
    Quem diria?!
     
    Circula na cidade que o ex-vereador Frei Call (PMDB) desviou-se do deputado federal Colbert Filho (PMDB) e vai ao encontro da candidatura do suplente de senador Zé Chico (DEM). Call era um dos dois únicos suplentes de vereador que apoiavam o deputado. Ficou o suplente João Banha, primo de Colbert. É bom lembrar que o deputado tem exercido um bom mandato, inclusive conseguindo recursos federais para o município, além de ser um candidato com amplas chances de eleição. 
     
    Prefeita negra 
     
    Por três dias, Salvador será comandada por uma mulher negra. Inédito na história da política soteropolitana. Célia Sacramento assume o lugar de ACM Neto, que está na Espanha resolvendo questões relativas à mobilidade urbana. Em um ano de mandato como vice-prefeita, Célia, que é do PV, tem sido bombardeada por críticas à sua postura. Em entrevista ao A Tarde, ela rechaça a fama de arrogante. “Nada disso me abala. Minha autoestima foi trabalhada em casa, pelos meus pais”, diz a vice-prefeita, que atribui essa imagem a uma parcela da imprensa. Para a ‘verde’, as críticas são uma tentativa de depreciar sua imagem, “mas não vão conseguir”. “É uma tentativa movida por inveja, despeito, racismo e machismo. Coisa de quem não tem o que fazer”, dispara.
     
    PDT
     
    O PDT resolveu assumir a dianteira na batalha surda entre o partido e o PP pela vaga de vice-governador na chapa petista do ano que vem e, ontem (8), forçou a barra diretamente com Jaques Wagner. O partido teve uma reunião com o governador à tarde, na Governadoria, onde ficou definida a orientação final do partido em relação às eleições de outubro. Pediu, mas não vai receber. O partido já se rendeu ao governador. 
     


Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia