Em cima da hora:
População detém suspeito de roubar menor no Centro de São Carlos, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 10/07/2013

    Sobe - O Governo Federal, que recuperou parte dos recursos públicos desviados pelo juiz Nicolau. Desce - O minipresídio, que antes de inaugurado já apresenta problemas estruturais.


    Bule 
     
    O “garoto mobilete” se apresentou na última segunda-feira (08), pela primeira vez, em um programa de rádio, no Programa Sem Nome, da Rádio Povo. Além do “ronco” das motos e a resenha com os apresentadores do programa, o garoto falou da sua vontade de tornar-se um fisioterapeuta, estudar em uma escola particular e continuar com as apresentações, que começou na sua escola. Já anunciou as novas apresentações nos programas televisivos: Hoje em Dia, Mais Você, Caldeirão do Huck e Pânico na TV. Informou que sua primeira aparição na TV foi no Programa da Eliana, no SBT. 
     
    PDT na sucessão 
     
    Em meio às articulações para as eleições de 2014, o deputado federal Félix Mendonça Júnior, considerado uma das lideranças do PDT, deixou clara a defesa da candidatura do presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo, na sucessão do chefe do Executivo. Em entrevista concedida à Rádio CBN, na manhã da última segunda-feira (8), o pedetista enfatizou que a candidatura de Nilo não pode ser condicionada a uma autorização do governador Jaques Wagner. 
     
    Programa Mais Médicos 
     
    O governo federal publicou, ontem (9), no Diário Oficial da União (DOU), o conjunto de documentos que formalizam o Programa Mais Médicos, lançado na última segunda (08) pela presidente Dilma Rousseff. Os documentos incluem medida provisória, que institui o programa, decreto criando comitê de monitoramento das ações, portaria dos ministérios da Saúde e da Educação com as diretrizes para a implementação do programa e dois editais, um para adesão de entes federados e outro para adesão de profissionais
     
    Royalties 
     
    Na semana em que o plenário da Câmara dos Deputados votará as modificações do Senado para o projeto que prevê o uso dos recursos dos royalties do petróleo para a educação e a saúde, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, se reuniu na última terça-feira (09) com líderes da base na Casa para discutir o texto defendido pelo governo. Segundo Mercadante, há um acordo para que 75% dos recursos sejam destinados para a educação e os 25% restantes, para a saúde.
     


Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia