BAHIA AQUI É TRABALHO 0919
Em cima da hora:
Queda de energia em Brotas deixa serviço da Defesa Civil fora do ar
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 24 de abril

    Confira trechos da coluna Ponto e Vírgula publicado no Folha do Estado


    Sobe- O policiamento na Micareta que inibiu a violência, tornando-a uma festa de paz.

    Desce- O Flamengo, que é o único time no Brasil que concede duas férias por ano aos seus jogadores. Eliminado no campeonato carioca, volta a jogar no dia 20 de maio.  

    Maldade

    As redes sociais, importantes para a comunicação rápida, infelizmente com a mesma rapidez tem o poder de fazer mentira virar verdade. Isso aconteceu em um dos momentos da Micareta. O prefeito, com seu jeito popular, entrou no clima da festa durante a passagem do grupo É o Tchan. Convidado, fez coreografia de uma das músicas do grupo. Levado exclusivamente pela alegria de estar realizando uma das melhores Micaretas da história, tinha que dançar mesmo. O povo delirou e o aplaudiu na avenida.    

    Folião

    Definitivamente o vereador Luis Augusto de Jesus, o Lulinha, foi o mais animado dos políticos de Feira de Santana. O homem não arredou o do circuito da festa. Frequentador assíduo dos camarotes reservou tempo para visitar barraqueiros e ainda fazer parte de programa de rádio, arranjando sempre um defeito para os governos estadual e municipal.

     No rádio

    tem programa de rádio trabalhando no processo de desconstrução da candidatura de Tarcízio Pimenta. O sujeito grava com moradores de bairro, que tem qualquer tipo de queixa da sua rua, e faz a chamada no ar como se fosse um telefonema. Quando vai ao ar, é ‘porrada’. A encomenda está saindo melhor do que o contratado. Mas, os ouvintes começam a entender que é missa encomendada.   Não precisa do nome do programa, basta os interessados ficar mudando de freqüência. Vão descobrir fácil, fácil.

    Campanha

    Mentor da CPI do Cachoeira, que saiu graças à pressão que ele fez sobre líderes governistas no Congresso, o ex-presidente Lula pode virar um dos seus alvos, conforme a coluna Claudio Humberto havia destacado na última terça: o advogado Rogério Buratti, amigo do ex-ministro Antonio Palocci, afirmou em depoimento à CPI dos Bingos, em 2005, que em parceria com “empresários dos jogos” do Rio e de São Paulo, o bicheiro Carlos Cachoeira teria dado R$ 1 milhão de caixa dois para campanha de Lula em 2002.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia