Em cima da hora:
Fechamento de autoescola vira caso de polícia em Presidente Prudente
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 20/11/2020


    Sobe - O trabalho desenvolvido por ativistas negros de Feira de Santana fortalecendo as políticas afirmativas na cidade.


    Desce - Empresas que comercializam produtos falsificados e que viraram alvo de operação da Receita Federal.


    Republicanos


    As pesquisas em torno das eleições para prefeito em Feira de Santana mostravam o candidato José de Arimatéia, do Republicanos, com a possibilidade de obter entre 1% e 3,5%, além de uma modesta quinta posição no resultado final, entre os oito postulantes ao Poder Executivo Municipal. “Mas, as urnas mostraram a força do partido”, afirma o vereador desta legenda na Câmara de Feira de Santana, Eli Ribeiro, reeleito para mais um mandato.


    Nasci pra isto


    Continuar ajudando a população em suas diversas demandas, é o objetivo do vereador Fabiano da Van (MDB), ao comprometer-se em discurso na Câmara, esta semana, de seguir atuando junto ao poder público por melhorias para a qualidade de vida em Humildes e também nos bairros que representa como liderança política – mesmo sem mandato legislativo a partir de 1º de janeiro de 2021. “Nasci para isto”, disse ele, no plenário da Casa da Cidadania.


    Maior percentual


    O município baiano de Nova Itarana, na região de Amargosa, a 156 quilômetros de Feira de Santana, elegeu o prefeito com maior percentual de votos na Bahia. Com 100% das urnas apuradas, Danilo de Zeu (PSD) foi reeleito com 87,44%, o que equivale a 4.199 votos do colégio eleitoral. O oponente, Elisio de Nova Itarana (DEM), teve 603 votos, 12,56%. Segundo último censo do IBGE, Nova Itarana tem 7.435 habitantes, sendo 6.429 eleitores.


    Os top five


    O FOLHA DO ESTADO também separou as cinco cidades baianas que elegeram prefeitos com os maiores percentuais. Confira: Nova Itarana, Danilo De Zeu (PSD) - 87,44%; Pilão Arcado, Orgeto Bastos (PP) - 79,20%; Floresta Azul, Gicélia Santana (PSB) - 78,50%; Buerarema, Vinícius Ibrann (DEM) - 74,46% e Castro Alves, Thiancle (PSD) - 73,67%.


    Não se vende


    O vereador Lulinha (DEM), disse que permanece ao lado do prefeito Colbert Martins e do grupo ao qual pertence o ex-prefeito José Ronaldo de Carvalho. O democrata deixou claro que não se vende e que pedirá sim voto para reeleger Colbert.


    Não se vende II


    “Temos que ter lado e vamos continuar ao lado de quem pode fazer com que Feira continue crescendo e se desenvolvendo. Já recebi até ligações de pessoas tentando conversar com o vereador Lulinha, mas eu nunca me vendi”, afirmou o vereador.


    A mudança


    Em vídeo gravado e publicado em suas redes sociais, o vereador Alberto Nery (PT) foi categórico ao afirmar que não há outro caminho para Feira de Santana que não seja o da mudança. Segundo ele, a cidade está clamando por transformações que efetivamente desenvolvam a Princesa do Sertão e quem vive nela.


    Menos mulheres


    Após o pleito municipal do último domingo (15), o número de mulheres nas prefeituras de cidades baianas caiu em comparação com as eleições de 2016. Enquanto naquele ano, 54 mulheres conseguiram o comando de suas cidades, em 2020 esse número caiu para 51.


    Macapá


    O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu ontem (19), por unanimidade, marcar a eleição municipal em Macapá para os dias 6 de dezembro, em primeiro turno, e 20 de dezembro, em segundo turno, se houver. Macapá é a única cidade brasileira que não foi às urnas no último domingo (15), para escolher o novo prefeito e os vereadores.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia