Em cima da hora:
Enchente atinge bananais em três cidades do Vale do Ribeira, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 18/11/2020


    Sobe - 1º BEIC por realizar Feira da Saúde do Homem como estratégia de prevenção ao câncer de próstata.


    Desce - Imprudência de condutores que resulta em graves acidentes em Feira de Santana.


    Política e púlpito I


    “Temos a capacidade de entender que não é possível usar o púlpito da igreja para apoiar políticos que pregam tudo aquilo que é contra o que você diz que defende”, disse ontem (17), o vereador Cadmiel Pereira (DEM), em discurso na Câmara.


    Política e púlpito II


    Quem assim procede, afirma, é “hipócrita e está agindo por obra do cão, quando permite que aconteça”. Recomendou cuidado aos fiéis “com aquilo que está escondido, com suas escolhas de voto, para não estar dando força a coisas que são contra aquilo que Deus planejou, afinal, ninguém tem posse sobre ninguém”.


    Não existem culpados


    Em seu primeiro pronunciamento na Câmara, após a eleição de domingo, em que não teve a felicidade de reeleger-se, o vereador João Bililiu (PSD) disse que não existem culpados para a vitória que não ocorreu. “Não tenho do que reclamar, só agradecer a todos que me ajudaram durante esta campanha eleitoral. Obrigado a Deus, à minha família e aos 1.473 amigos que confiaram a mim o seu voto”, afirmou e parabenizou a sua equipe de assessoria.


    Humildes


    Reeleito para mais um mandato, o vereador Zé Curuca (DEM) lamentou na terça, 17, em pronunciamento na Câmara, que a população de Humildes passe a contar na próxima legislatura com apenas um representante, uma vez que o seu colega Fabiano da Van (MDB) não estará mais na Casa a partir de janeiro de 2021. “Diminuem os recursos, principalmente os de emendas impositivas (apresentadas pelos vereadores ao Orçamento Municipal) para o nosso distrito”.

     

    Ressignificou a vida


    Reeleita com a terceira maior votação geral e mulher mais bem votada, no pleito para o Poder Legislativo, no Município, a vereadora Gerusa Sampaio (DEM) relembrou sua chegada na cidade há 21 anos. “Fui acolhida (em Feira de Santana) naquela curva em que a gente acha que está tudo perdido e, aqui, ressignifiquei minha vida e minha família”, diz ela.


    Origem


    Nascida em Salvador, contou que saiu da capital para morar em Jequié com o marido. “Mas, perdemos tudo lá. Conseguimos nos reerguer ao chegar na Princesa do Sertão e, por isso, seremos eternamente gratos. Ela agradece aos 5.252 eleitores que acreditam no seu trabalho e tornaram possível uma reeleição para o quarto mandato.


    Veto I


    A Câmara aprovou por maioria do plenário, na terça-feira, 17, o veto do Poder Executivo ao projeto de lei do vereador Cadmiel Pereira (DEM) que autorizaria a Prefeitura, através da Secretaria de Educação, a inserir na grade curricular das escolas da rede pública municipal de ensino as noções básicas da Língua Brasileira de Sinais - Libras.


    Veto II


    O objetivo da matéria era popularizar as noções básicas deste idioma como forma de inclusão da população surda, além de melhorar a comunicação entre as pessoas. No entanto, o chefe do Poder Executivo resolveu vetá-la por considerar comprometedora aos cofres públicos.


    Suplente


    Votada pela expressiva quantidade de 3.198 eleitores - 15ª maior no pleito para a Câmara em Feira de Santana - mas não reeleita, a vereadora Neinha (DEM) não se deixar abater com o revés nas urnas. Evangélica, ela afirmou: “O que Deus traça para a vida da gente não se sabe, mas independentemente do que seja, Ele continua sendo meu Deus”. Ela estará ocupando a terceira suplência na próxima legislatura.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia