Em cima da hora:
UPE abre inscrições para cursos de idiomas e informática nesta segunda
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 28/07/2017


    Sobe - Programa Pré-vestibular Cidadão por aprovar estudantes no vestibular da Uefs.


    Desce - Michael temer por atingir o maior índice de rejeição para um presidente da República.


    Lançamento


    Acontece hoje (28), no Espaço Literário de Feira de Santana, no Mercado de Arte Popular, mais uma sessão do lançamento da 2ª edição da obra literária “A Biblioteca e o Segredo do Quarto Livro”, do escritor Redivaldo Ribeiro. A história fala sobre a importância da leitura na vida das pessoas e é baseada em fatos reias.


    Ladeira abaixo


    A aprovação do presidente Michel Temer caiu mais uma vez e chegou a 5%. Pesquisa divulgada na quinta-feira (27), pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em parceria com o Ibope mostra que o índice de rejeição ao presidente chegou a 70%. Para 21% o governo é regular e outros 3% não souberam avaliar ou não responderam. Oitenta e três por cento desaprovam a maneira como o peemedebista governa, ante aprovação de 11% dos entrevistados. O resultado é o pior já obtido pelo levantamento, de acordo com O Globo.


    Pressa no Supremo


    O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin manteve os trabalhos em seu gabinete durante o recesso do Judiciário para tentar viabilizar julgamentos de ações penais da Lava Jato - operação da qual é relator na Corte - neste ano. Três processos estão em fase mais avançada e envolvem a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e os deputados federais Nelson Meurer (PP-PR) e Aníbal Gomes (PMDB-CE). Após quase três anos e meio das investigações que começaram em Curitiba e se espalharam por todo o país, essas serão as primeiras sentenças no Supremo de políticos com foro privilegiado acusados de envolvimento no esquema de desvios e corrupção na Petrobras.


    Investigação


    O deputado federal Paulo Azi (DEM-BA) quer que o Ministério Público e o Tribunal Regional Eleitoral investiguem as viagens do governador Rui Costa (PT) pelo interior. Isso porque o parlamentar acredita que o petista tem feito campanha disfarçada de entrega de obras, o que se configura abuso de poder e uso da máquina do estado para fazer campanha antecipada. “Com a desculpa de anunciar um número fictício de visitas ao interior, o governador usou os helicópteros do estado para transportar secretários, parentes e amigos, e apareceu até um bolo gigante para comemorar a tal marca que ninguém sabe se é verdadeira”, criticou.


    Reforma da previdência


    Aliados do presidente Michel Temer querem que a votação da reforma da Previdência seja retomada em 2019, no próximo governo. Ainda não é consenso, de acordo com a Folha, mas a ideia já convenceu partidos que possuem pelo menos 173 deputados, dos 513 que compõem a Câmara. Parlamentares do PSDB, PR, PSD, DEM, PRB e PP dizem não ter segurança de que o governo conseguirá aprovar a proposta, considerando a proximidade das eleições 2018 e a previsão de que o governo só conseguiria aprovar uma reforma mínima.


    Leilão de aeroportos


    ministro dos Transportes, Maurício Quintella, afirmou na quinta-feira (27), que o governo pode anunciar o leilão de novos aeroportos nos próximos dias. Quintella fez a declaração após participar de uma cerimônia em que foi anunciada, para esta sexta, a assinatura do contrato de concessão dos aeroportos de Florianópolis, Fortaleza, Salvador e Porto Alegre, leiloados em março. “Estamos muito perto de definir qual será o próximo passo do programa de concessões. O governo está estudando, é uma decisão extremamente delicada”, afirmou o ministro.


    Marcos


    O presidente Michel Temer afirmou na quinta-feira (27), em evento no Palácio do Planalto, que, se o governo aprovar as reformas trabalhista, previdenciária e tributária, ninguém poderá dizer que a gestão dele “passou em branco nesses dois anos e pouco”, partindo do princípio de que deixará o Palácio do Planalto somente em 31 de dezembro de 2018. Temer fez a declaração em meio ao seu discurso na cerimônia organizada nesta quinta, no Planalto, para “anunciar a assinatura”, no dia seguinte, de concessões de quatro aeroportos: Porto Alegre, Florianópolis, Fortaleza e Salvador. Na solenidade, o governo informou que os grandes investimentos em infraestrutura nos quatro aeroportos - leiloados em março - podem começar em até um ano e meio.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia