Em cima da hora:
Enchente atinge bananais em três cidades do Vale do Ribeira, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 13/02/2014


    13.02.2014 13h20m
    Recomendar
    Sobe - A Polícia do Rio por encontrar tão rápido o suposto assassino do cinegrafista da Band.

    Desce - Criminosos que se infiltram nas manifestações para tirar a legitimidade dos movimentos sociais 
     
    Caminhando
     
    O secretário de Comunicação do Estado, Robinson Almeida, estará hoje em Feira de Santana, às 19 horas, no auditório do Palace Hotel, para encontro com profissionais da imprensa. Robinson se afastará do cargo no final de março para concorrer a uma vaga de deputado federal. A dobradinha preferencial do secretário para a disputa eleitoral é o diretor de Rádio da Secretaria, Edmundo Filho, que é pré-candidato a deputado estadual.
     
    Visitando
     
    Quem esteve visitando Feira de Santana foi a pré-candidata a deputada estadual Eliana Boaventura. Morando em Salvador, onde é chefe de gabinete em uma das secretarias do Estado, ela esteve acompanhando a comitiva do governador Jaques Wagner para inauguração do Complexo Policial do Sobradinho.
     
    Queixa
     
    Na entrevista do governador Jaques Wagner na Rádio Subaé, na manhã de ontem (12), me queixei do governador da má vontade do secretário James Correia na instalação de indústrias no Centro Industrial de Feira de Santana. O governador garantiu que falará com seu secretário. E é bom porque é voz corrente da má vontade do secretário de Indústria e Comércio do Estado com o município de Feira de Santana. Os deputados ligados à Feira de Santana, de todas as correntes, devem levantar a voz contra a posição de James.
     
    Comissão Saúde
     
    Os membros das Comissões da Assembleia Legislativa da Bahia decidiram por unanimidade na manhã, da última terça-feira (11), que o deputado estadual, José de Arimatéia (PRB), continua como presidente da Comissão de Saúde e Saneamento do Parlamento Baiano. O parlamentar demonstrou o quanto se sente gratificado em poder continuar à frente da Comissão e informou, que este ano de 2014 também estará focado em trabalhar com o Saneamento Básico da Bahia.
     
    Veto
     
    A primeira retaliação do PMDB na Câmara à decisão da presidente Dilma Rousseff de não indicar nenhum deputado do partido para o Ministério já tem data marcada. Na próxima semana, a bancada do PMDB está disposta a derrubar o veto de Dilma ao projeto que permite a criação de pelo menos mais 200 municípios no País. Dilma alega que o governo não pode arcar com aumento de despesas dessa ordem, sem fonte de recursos para bancá-las. Diz, ainda, que o crescimento dos gastos com a manutenção de novas estruturas administrativas provocaria impacto na sustentabilidade fiscal e na estabilidade macroeconômica.
     
    Quem será?
     
    A escolha do nome que vai compor a última vaga na chapa majoritária do pré-candidato ao governo Rui Costa (PT) pode não ter ligação com a formação da chapa da oposição, mas tem levantado inúmeras especulações de que sim. A decisão do nome cabe ao governador, mas se será uma mulher ou homem, negro ou não, é assunto que os políticos continuam opinando e a imprensa especulando. Para o governador Jaques Wagner (PT), essa demora da escolha da vice não tem a ver com a escolha da oposição.
     
    Louos
     
    O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) retomou o julgamento da modulação da Lei do Ordenamento e Uso do Solo de Salvador (Louos) e do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) na sessão plenária de ontem (12). O desembargador Jatahy Júnior, que havia pedido vista dos autos, liberou o seu voto ontem. O desembargador acompanhou o voto do relator da modulação, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano. Jatahy afirmou que a modulação proposta atende ao princípio da segurança jurídica e do interesse social.
     
    Arranjo
     
    Um edital lançado pelo Itamaraty prevê a compra de até 660 arranjos de flores, no prazo de um ano, com o gasto equivalente a R$461,1 mil. Conforme o texto do edital, “as flores contribuem para que seja transmitida às autoridades estrangeiras uma melhor impressão do país anfitrião, o que se traduz por ganhos institucionais para o governo brasileiro”. A quantidade tem como base os eventos ocorridos em 2013 – pelo menos 138 recepções – mais um acréscimo de 30% como margem de segurança, segundo o ministério. De acordo com o edital publicado na última segunda-feira (10), o arranjo mais carro foi orçado em R$ 2.350 com base em pesquisa de mercado realizada com quatro empresas.


  • 12/02/2014


    12.02.2014 13h27m
    Recomendar
    Sobe - A Polícia do Rio por encontrar tão rápido o suposto assassino do cinegrafista da Band.
    Desce - Profissional de Direito que orquestrou retaliação à imprensa em Feira de Santana.
     

    Caminhando

    O secretário de Comunicação do Estado, Robinson Almeida, estará hoje em Feira de Santana, às 19 horas, no auditório do Palace Hotel, para encontro com profissionais da imprensa. Robinson se afastará do cargo no final de março para concorrer a uma vaga de deputado federal. A dobradinha preferencial do secretário para a disputa eleitoral é o diretor de Rádio da Secretaria, Edmundo Filho, que é pré-candidato a deputado estadual.
     

    Visitando

    Quem esteve visitando Feira de Santana foi a pré-candidata a deputada estadual Eliana Boaventura. Morando em Salvador, onde é chefe de gabinete em uma das secretarias do Estado, ela esteve acompanhando a comitiva do governador Jaques Wagner para inauguração do Complexo Policial do Sobradinho.
     
    Queixa

    Na entrevista do governador Jaques Wagner na Rádio Subaé, na manhã de ontem (12), me queixei do governador da má vontade do secretário James Correia na instalação de indústrias no Centro Industrial de Feira de Santana. O governador garantiu que falará com seu secretário. E é bom porque é voz corrente da má vontade do secretário de Indústria e Comércio do Estado com o município de Feira de Santana. Os deputados ligados à Feira de Santana, de todas as correntes, devem levantar a voz contra a posição de James.
     
    Comissão Saúde

    Os membros das Comissões da Assembleia Legislativa da Bahia decidiram por unanimidade na manhã, da última terça-feira (11), que o deputado estadual, José de Arimatéia (PRB), continua como presidente da Comissão de Saúde e Saneamento do Parlamento Baiano. O parlamentar demonstrou o quanto se sente gratificado em poder continuar à frente da Comissão e informou, que este ano de 2014 também estará focado em trabalhar com o Saneamento Básico da Bahia.
     
    Veto

    A primeira retaliação do PMDB na Câmara à decisão da presidente Dilma Rousseff de não indicar nenhum deputado do partido para o Ministério já tem data marcada. Na próxima semana, a bancada do PMDB está disposta a derrubar o veto de Dilma ao projeto que permite a criação de pelo menos mais 200 municípios no País. Dilma alega que o governo não pode arcar com aumento de despesas dessa ordem, sem fonte de recursos para bancá-las. Diz, ainda, que o crescimento dos gastos com a manutenção de novas estruturas administrativas provocaria impacto na sustentabilidade fiscal e na estabilidade macroeconômica.
     
    Quem será?

    A escolha do nome que vai compor a última vaga na chapa majoritária do pré-candidato ao governo Rui Costa (PT) pode não ter ligação com a formação da chapa da oposição, mas tem levantado inúmeras especulações de que sim. A decisão do nome cabe ao governador, mas se será uma mulher ou homem, negro ou não, é assunto que os políticos continuam opinando e a imprensa especulando. Para o governador Jaques Wagner (PT), essa demora da escolha da vice não tem a ver com a escolha da oposição.
     
    Louos

    O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) retomou o julgamento da modulação da Lei do Ordenamento e Uso do Solo de Salvador (Louos) e do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) na sessão plenária de ontem (12). O desembargador Jatahy Júnior, que havia pedido vista dos autos, liberou o seu voto ontem. O desembargador acompanhou o voto do relator da modulação, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano. Jatahy afirmou que a modulação proposta atende ao princípio da segurança jurídica e do interesse social.
     

    Arranjo

    Um edital lançado pelo Itamaraty prevê a compra de até 660 arranjos de flores, no prazo de um ano, com o gasto equivalente a R$461,1 mil. Conforme o texto do edital, “as flores contribuem para que seja transmitida às autoridades estrangeiras uma melhor impressão do país anfitrião, o que se traduz por ganhos institucionais para o governo brasileiro”. A quantidade tem como base os eventos ocorridos em 2013 – pelo menos 138 recepções – mais um acréscimo de 30% como margem de segurança, segundo o ministério. De acordo com o edital publicado na última segunda-feira (10), o arranjo mais carro foi orçado em R$ 2.350 com base em pesquisa de mercado realizada com quatro empresas.


  • 11/02/2014


    11.02.2014 10h57m
    Recomendar
    Sobe - O retorno do Programa Leite Fome Zero para a alegria de crianças em creches dee Feira

    Desce - O desencontro entre entes governamentais, que acaba deixando funcionários do HGCA sem salários
     
     
    Encontro marcado

    O pré-candidato ao governo do Estado, Rui Costa, realizou no ultimo sábado (08) uma reunião no Hotel Ibis, em Feira de Santana. O objetivo foi discutir o que já foi realizado até o momento nos sete anos do governo Jaques Wagner e debater a composição do programa de governo petista. “Estamos lançando o debate naquilo que acreditamos. A participação é palavra-chave dessa caminhada e usaremos diversas metodologias para que essa pretensão seja alcançada”, disse. O deputado estadual Zé Neto, o vice-governador Otto Alencar; o senador Walter Pinheiro e a subsecretária de Desenvolvimento e Integração Regional (Sedir), Eliana Boaventura estiveram presentes.
     
     
    Olho no tempo

    O tempo de propaganda eleitoral dos pleitos realizados no país é calculado com base na quantidade de deputados federais no Congresso Nacional. Cada deputado detêm aproximadamente 2,34 segundos de tempo de mídia, considerando que o horário eleitoral gratuito tem 30 minutos, com 20 deles direcionados para os 513 parlamentares na Câmara Federal. Já os outros 10 são divididos igualmente para a quantidade de candidatos nas majoritárias para governo e presidência. No caso da Bahia, se o cenário for confirmado, o eleitor terá a possibilidade de assistir e estudar as propostas de quatro candidatos ao governo: Rui Costa (PT), Paulo Souto (DEM) ou Geddel (PMDB), Lídice da Mata (PSB) e Marcos Mendes (PSol).
     
    Unidade

    Há, desde o ano passado, um esforço entre os principais partidos da oposição baiana para que o interesse pela unidade sobressaia aos solavancos comuns ao processo de sua construção e resulte no lançamento de uma chapa única à sucessão do governador Jaques Wagner (PT). Ele é perceptível em todas as conversas de que tomam parte deputados, prefeitos, vereadores e lideranças abrigadas em legendas como DEM, PSDB e PMDB, não importa o contexto – de aniversários a casamentos, passando por encontros exclusivamente partidários e até os chamados batizados de bonecas, se é que realmente ocorrem.
     
    Bancada ignorada

    O deputado federal José Carlos Araújo, do PSD, assumiu na última semana a coordenação da bancada baiana no Congresso Nacional, com um problemão para administrar: a insatisfação dos 39 deputados federais e três senadores, com o não pagamento dos R$ 630 milhões previstos nas emendas da bancada, referentes ao orçamento de 2013. Em entrevista à Tribuna, Araújo disse que o Planalto tem ignorado a bancada baiana e que no “governo Dilma é muita promessa e pouco cumprimento efetivo”. Ao analisar a sucessão estadual, o parlamentar defendeu o nome de Otto Alencar para o Senado e que ele levará a melhor na disputa contra os adversários. 
     
     
    Dinâmico

    Candidato ao Senado em 2010 na chapa de Geddel Vieira Lima, Borges disse que a política é “algo dinâmico”, ao explicar o atual apoio ao candidato do PT ao governo, Rui Costa. “As alianças se alteram e levam a circunstâncias de cada momento. O apoio do PR à candidatura de Rui Costa foi oficializado em ato na manhã de ontem (10). “É natural que, aqui na Bahia, ocorra o alinhamento, uma vez que o palanque da presidenta Dilma será o de Rui Costa”, explicou Borges.
     
    Explicações

    Henrique Pizzolato admite que usou a identidade do irmão morto há mais de 30 anos porque temia ser identificado pelas autoridades e enviado de volta ao Brasil e, num apelo dramático, insistiu à Justiça italiana que “não tinha mais para onde ir”. As informações fazem parte do depoimento de Pizzolato diante dos juízes do Tribunal de Bolonha. As declarações são as primeiras feitas pelo ex-diretor do Banco do Brasil desde que foi condenado no Brasil. Mas, ele deu à Justiça italiana uma versão diferente da apuração e das investigações feitas pela Polícia Federal no Brasil. 
     
     
    Preservação

    O fato de Luiz Inácio Lula da Silva voltar a usar sua tradicional barba é apenas um item do plano estratégico já traçado entre os petistas neste período de pré-campanha: o ex-presidente tomará a linha de frente dos embates públicos com os adversários até o fim da Copa do Mundo, em meados de julho. A ideia é criar a imagem de que sua sucessora e pré-candidata à reeleição, Dilma Rousseff, está concentrada na administração do País e na realização do evento esportivo. A estratégia da pré-campanha foi definida em duas reuniões. A que decidiu o papel de Dilma foi em Brasília e a segunda, que discutiu o uso da internet, na sede do Instituto Lula, em São Paulo.
     
     
    Mobilidade

    A presidenta Dilma Rousseff disse ontem (10) que o governo federal, em parceria com estados e municípios, está investindo R$ 143 bilhões em mobilidade urbana. Segundo a presidenta, a prioridade é o transporte sobre trilhos: são R$ 33 bilhões só do governo federal para construir metrôs em nove cidades brasileiras. “Nosso objetivo é ampliar e acelerar as obras, que vão tornar o transporte coletivo mais confortável, rápido e muito mais seguro e com um preço bem acessível”. No programa semanal Café com a Presidenta, Dilma informou que o investimento contempla mais de 3,5 mil quilômetros em obras de transporte coletivo, que incluem metrôs, trens urbanos, monotrilhos, veículos leves sobre trilhos (VLTs), além dos corredores de ônibus. 


  • 08/02/2014


    10.02.2014 11h27m
    Recomendar
    Sobe - O Centro de Referência em tratamento a pessoa com doença falciforme em Feira de Santana. 
     
    Desce - O Detran, por deixar prazo de investigação vencer e não publicar nenhum resultado.
     
    Mais fogo

    Segundo o colunista Josias Gomes, da editoria de política do site Uol, dirigentes do DEM e do PSDB afirmam que o cabeça da chapa oposicionista será o ex-goverandor ‘demo’ Paulo Souto. Ele hesitava em aceitar o desafio. Bem posto nas pesquisas, foi assediado por correligionários locais e federais. Acabou cedendo. Entretanto, o colunista reforça que “o diabo é que pelo menos dois pares de orelhas com acesso ao gabinete de ACM Neto ouviram-no dizer que o correligionário Souto demorou demais a soltar o ‘sim’”. Quando finalmente livrou-se das dúvidas, há uma semana, o prefeito de Salvador já havia se comprometido em apoiar a candidatura de Geddel Vieira Lima, do PMDB. A decisão realmente deve sair em 15 dias. Até lá, o cerco vai apertar e as especulações vão compor o cenário que deve, finalmente, formar a chapa majoritária da oposição.
     
    Kertzman

    Ontem (7) o pleno do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) elegeu por aclamação, Mauricio Kertzman, para o cargo de Ouvidor Geral, que chega ao segundo biênio como juiz membro do TRE-BA.Kertzman é bacharel em Direito pela Universidade Federal da Bahia, e fez especialização em Gestão Empresarial com ênfase em Planejamento Mercadológico, Estruturas de Recursos Econômicos e Financeiros e Planejamento Estratégico. Ele também é diretor da Confederação Israelita do Brasil (CONIB), e vice-presidente da Sociedade Israelita da Bahia (SIB).
     
    Imbassahy

    O deputado federal e ex-prefeito de Salvador Antonio Imbassahy (PSDB) considerou irrelevantes as declarações do deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo (PDT), à Rádio Metrópole, na quinta-feira (6), quando o pedetista disse não gostar do tucano. “Só vou comentar coisas importantes”, afirmou em conversa com o Grupo Metrópole, na manhã de ontem (7), durante a assinatura da ordem de serviço para as obras da Ladeira do Cacau. 
     
    Poderosa

    A presidenta da Petrobras, Graça Foster, foi eleita pela revista norte-americana de negócios Fortune a quarta mulher mais poderosa do mundo. A primeira colocada no ranking de 50 mulheres é a CEO da General Motors, Mary Barra. As norte-americanas dominaram a lista de mulheres poderosas e influentes, com 30 das 50 colocações _ inclusive, as três primeiras. Depois de Mary Barra, a revista lista as CEOs da IBM e da Pepsico, Ginni Rommety e Indira Nooyi, respectivamente. Esta não é a primeira vez que Graça Foster entra nos rankings da publicação. Ela já foi a primeira colocada como a executiva mais poderosa fora dos Estados Unidos em 2012 e em 2013. 
     
    África do Sul 

    A África do Sul terá eleições gerais no dia 7 de maio deste ano, anunciou ontem (7) o presidente do país, Jacob Zuma. “Essa eleições serão históricas porque acontecerão no 20º aniversário na nossa liberdade das amarras do apartheid”, disse Zuma. De acordo com o presidente, ele tem se encontrado com membros da Comissão Eleitoral Independente sul-africana para discutir a preparação do pleito. O partido governista, Congresso Nacional Africano deverá vencer as eleições com mais de 60% apoio.
     
    Prisão cautelar 

    Proposta do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, de obrigar juízes a terem que justificar o porquê do deferimento de prisão cautelar no lugar de penas alternativas, é bem recebida por deputado e conselheiro da OAB. A intenção do ministro do STF é contribuir para diminuir a superlotação dos presídios brasileiros. A Lei das Prisões, de 2011 (12.403/11), modificou o Código de Processo Penal (Decreto-Lei 3689/41), determinando que a privação de liberdade deva ser aplicada apenas quando não for cabível a sua substituição por outra medida cautelar.
     
    Donadon

    Está marcada para quarta-feira (12) a votação da representação do PSB que pede a cassação do mandato do deputado afastado Natan Donadon (sem partido-RO). O Plenário da Câmara dos Deputados vai decidir, pela segunda vez, se Donadon perderá ou não o mandato. Desta vez, no entanto, a votação será pelo voto aberto. É a primeira votação de um processo disciplinar sob o novo rito.


  • 07/02/2014


    10.02.2014 10h01m
    Recomendar
    Sobe - Feira de Santana, por ter um dos mais equipados centros de tratamento para portadores de anemia falciforme.
     
    Desce - A insistência de alguns camelôs em continuarem comercializando em locais proibidos.
     
    PRB Mulher pra vice 
     
    A novela do nome para vice na chapa de Rui Costa (PT) ganhou mais um capítulo que apimenta a disputa. Na quarta (5), a vereadora de Salvador, Tia Eron (PRB) foi sugerida para apreciação do governador Jaques Wagner. Eron entra no meio da discussão de que uma mulher agregaria muito na campanha do petista. Ela terá que disputar a vaga com o PCdoB, PP e PDT. Para o presidente da sigla aliada do PT, deputado estadual Sidelvan Nóbrega, o nome da colega não seria má ideia. O dirigente disse que a legisladora “é a melhor opção” e “está à disposição” de uma eventual conversa. “Tia Eron é uma mulher negra, que já está em seu quinto mandato e é conhecida em toda a Bahia”, definiu, perguntando: “Por que não?”
     
    Encontro

    Acontece no auditório Juntahy Magalhães, da Assembleia Legislativa da Bahia, em Salvador, o Encontro Estadual de Lideranças Evangélicas. O evento tem como tema “O Grito da Igreja por um novo Brasil” e realizado pela Confederação dos Conselhos de Pastores Evangélicos do Brasil - CONCEPAB - e pelo Fórum Evangélico Nacional de Ação Social e Política - FENASP. A pespectiva da organização é que centenas de evangélicos, maioria interessada em assuntos políticos, prestigiem o evento agendado para os dias 13 e 14 deste mês. O Encontro Estadual conta com o apoio do Governo do Estado. 
     
    Otto Alencar

    O vice-governador da Bahia, Otto Alencar (PSD), é uma voz dissonante na questão do candidato a vice na chapa majoritária. Ao contrário dos que muitos defendem, para ele a escolha não pode passar pelo critério de genêro. “A escolha não deve ser por aí”, disse Otto, minutos antes de começar o ato de apoio do PCdoB à candidatura de Rui Costa ao governo do Estado. Para Otto, a escolha deve levar em consideração a capacidade administrativa e pondera. “Pode ser um homem ou uma mulher. O que vale é a competência”. Com a possibilidade de a última vaga da chapa governista ser ocupada por uma mulher, o PCdoB ofereceu o nome de Alice Portugal para a disputa. O PP vai de Ena Wilma Negromonte; PDT, Andrea Mendonça; PRB, Tia Eron.
     
    Valença 

    O ex-prefeito de Valença, Ramiro José Campelo de Queiroz, foi preso nesta quinta-feira (06), durante a Operação Ramsés da Polícia Federal (PF) no município. Segundo informações da polícia, durante a ação, os agentes encontraram armas e munições na casa do ex-prefeito. Ele foi preso acusado de porte ilegal de arma.
     
    Ciúmes

    O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), Marcelo Nilo (PDT), não consegue esconder o desgosto em não ter o nome escolhido para assumir a vaga de vice do candidato do governador Jaques Wagner (PT), o secretário da Casa Civil, Rui Costa. No momento, as especulações giram em torno do nome da ex-deputada Eliana Boaventura (PP). Para Nilo, a escolha de Wagner pelo PP não se configura como uma traição e “o PP é meu parceiro. É um direito dele caminhar com Boaventura. Ela foi suplente duas vezes e foi uma grande parlamentar. Se ela for vice, irei à posse”, revelou, deixando escapar uma ciumeira quando questionado sobre um possivel rompimento do PDT com o PT.
     
    Senado? Não. 

    O presidente do PMDB na Bahia, Geddel Viera Lima, confirmou hoje que será candidato ao governo por meio de dois posts no twitter. Depois de afirmar que questionavam tanto o fato de ir a eventos com o prefeito ACM Neto (DEM), quanto o de ter faltado à reinauguração do plano inclinado Gonçalves ontem, Geddel foi questionado por um seguidor: _ O senhor será o candidato da oposição? Ao que ele respondeu de forma seca: _ serei. Em outro tweet respondendo a provocação de um novo seguidor sobre a candidatura ao senado ele retrucou: _ Sem chances, meu caro! 
     
    De molho 

    A presidente Dilma Rousseff decidiu na quarta-feira, 5, deixar o PMDB “de molho” na discussão da reforma ministerial e chamou dirigentes de outros partidos para definir as trocas do primeiro escalão, que pretende concluir até o carnaval. Dilma conversou com o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab e ofereceu ao PSD o comando do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.


Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia